Consignado Público – Governo e Prefeitura

consignado publico governo e prefeitura

O Consignado Público – Governo e Prefeitura, tem por direito todo Servidor Público Estadual e Municipal  de usar até 35% da sua renda líquida para fazer empréstimos consignados, sendo 5% do valor dessa margem, para gastos com cartão de crédito consignado. Não há consulta no SPC/Serasa.

Dessa forma, o limite de todas as parcelas dos contratos de empréstimo consignado não podem ultrapassar 30%, que é a margem consignável do Servidor Público.

Toda solicitação de crédito consignado, sem exceção, precisa ser averbada para ter o processo finalizado.
A averbação é a aceitação do órgão responsável pelo pagamento do salário. Ou seja, a autorização do débito.

É passível de portabilidade de seus contratos para outro Banco, com redução da taxa de juros para diminuição das parcelas ou retorno financeiro.